Sejamos Bandeirantes do século XXI

Os momentos de grandes crises sociais, religiosas e morais, paradoxalmente, são geradores de grandes atos de fidelidade a Deus, à Igreja, à Pátria, à cidade. No futuro os olhos estarão voltados para aqueles que conseguiram reverter grandes adversidades de hoje. E delas nossos dias estão repletos. É hora dos que estão dispostos a fazer, dentro da lei, todo o possível para RESISTIR à presente degringolada. Como? Conscientizando e unindo aqueles que compartilham o mesmo pensamento e os mesmos princípios numa força de opinião inabalável e ativa.

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Mentira tem perna curta...



O esforço hercúleo exercido por certas forças, no Brasil e no Exterior, para a opinião pública assimilar o homossexualismo é evidente.
Parte preponderante desse esforço tem sido posto em ação pela mídia, empregando todas as suas tubas nessa direção, sobretudo antes, durante e depois de marchas como a realizada no último dia 10 em São Paulo.
Não me refiro a outros possantes apoios como o patrocínio do governo, bancando em larga medida o evento com dinheiro público, bem como o apoio de autoridades, que liberam uma das artérias mais importantes da cidade para prestigiar o movimento.
Raciocinando um pouco – hábito fora de moda para muitos – uma pergunta se impõe:

Um evento tão propalado, prestigiado de tantas maneiras, e que, no entanto, requer a presença de tantos policiais para reprimir a violência, o alcoolismo e os roubos, que temores desperta? Por que? Dá o que pensar.
Contudo, o mais espetacular aspecto da passeata do dia 10 foi o desfazimento de uma  falsidade gigantesca. Há anos os organizadores, a mídia e até a polícia confirmavam a participação de milhões de pessoas no evento. Este ano aconteceu algo incrível!
Embora a manifestação continuasse praticamente com o mesmo tamanho, a cifra obtida “cientificamente” pela “Folha de S. Paulo” aponta 270 mil participantes – menos que a décima parte do que vinha sendo anunciado! – dos quais só 65 mil participaram do deslocamento até a Consolação.
Por que será que, decorridos 15 anos, somente agora ocorreu a ideia de se contar objetivamente, ou cientificamente, o número de participantes? (Estava demais...?) Diz o ditado popular que “mentira tem perna curta”.
Que certa esquerda mente escandalosamente, é notório. Se parar de mentir, murcha.
Será que a mídia visava dar uma ideia de que a popularidade do movimento é gigantesca?
O que seria dessas marchas sem o apoio tão precioso dessa imensa caixa de ressonância que é a mídia e de outros apoios menores, artificiais, mas relevantes?
Será que tais marchas são realmente do agrado da opinião pública?
O jornalista Gilberto Dimenstein, da “Folha de S. Paulo”, ao lembrar que tanto José Serra quanto Fernando Haddad (o do kit homossexual), candidatos à Prefeitura de São Paulo, não compareceram à recente marcha por medo de receberem o troco nas urnas... , não está sugerindo exatamente essa impopularidade?
Por que não se faz um plebiscito bem claro e imparcial para avaliar CIENTIFICAMENTE se o Brasil aceita ou rejeita essas marchas? Não seria DEMOCRÁTICO?
Ou é melhor continuar mentindo e impondo? Por que?


4 comentários:

  1. A QUESTÃO HOMOSSEXUAL NAS FORÇAS ARMADAS

    Acompanhe: Seu filho de 8 anos pede para dormir na casa do amiguinho de classe; você faz algumas perguntas e fica sabendo que os "pais" do coleguinha são pessoas de bem, ambos trabalham, são muito educados e carinhosos com o filho, mas são dois homens, que o adotaram quando criança. VOCÊ PERMITIRIA?

    Agora acompanhe e avalie: Seu filho, com 18 anos, está servindo às Forças Armadas,
    subordinado à disciplina militar, podendo ser mandado a acampamentos, manobras e para
    a guerra, sendo obrigado por lei a obedecer irrestritamente seus superiores, que têm o
    poder de prendê-lo imediatamente, em caso de transgressões ou desobediência; você
    fica sabendo, por um telefonema que, neste momento, ele está no gabinete do
    comandante da unidade, já há meia hora, estando a lâmpada vermelha, sobre a porta,
    ACESA (há uma lâmpada vermelha sobre a porta do gabinete de todo comandante
    de unidade, que significa, quando acesa: entrar somente em caso de incêndio ou
    ataque, e mesmo assim bater antes): o comandante está escolhendo hoje seu
    ordenança (soldado designado para cuidar das coisas pessoais do chefe, praticamente o
    tempo todo, com livre trânsito ATÉ à residência oficial deste). Quanta honra seria se seu
    filho fosse o escolhido, não?! Pensa você. Só que o interlocutor o alerta:

    O COMANDANTE É HOMOSSEXUAL DECLARADO E SEU FILHO ACABOU
    DE SER ESCOLHIDO SEU ORDENANÇA.

    COMO VOCÊ REAGIRIA? COMO RECEBERIA ESTA NOTÍCIA? O QUE ACHA QUE ESPERA POR SEU FILHO? SUA TRANSFORMAÇÃO EM MACHO OU FÊMEA DO COMANDANTE - SÃO AS DUAS OPÇÕES QUE O ESPERAM.

    ESSE É UM OBJETIVO DOS COMUNISTAS, ESQUERDISTAS E OUTROS DEFENSORES DA "LIVRE EXPRESSÃO DA OPÇÃO SEXUAL": INTRODUZI-LA LEGALMENTE ATÉ NAS FORÇAS ARMADAS, OBRIGAR TODOS A ACEITAR COMO ABSOLUTAMENTE NORMAL UMA CONDUTA TOTALMENTE DESAGREGADORA E ALTAMENTE NOCIVA A QUALQUER ORGANIZAÇÃO BASEADA NA DISCIPLINA E HIERARQUIA E CONTRÁRIA ÀS LEIS BIOLÓGICAS, RELIGIOSAS E MORAIS DE TODOS OS POVOS, EM TODAS AS ÉPOCAS; É O INÍCIO DO DESMORONAMENTO DA INSTITUIÇÃO MILITAR, ÚNICO PODER ORGANIZADO AINDA CAPAZ DE CONFRONTAR A DEGENERESCÊNCIA SOCIAL, HUMANA E MORAL QUE AVANÇA A TOQUE DE CAIXA POR TODA A SOCIEDADE BRASILEIRA.

    ResponderExcluir
  2. OS COMUNISTAS SÃO SUBSIDIÁRIOS DA NOVA (DES)ORDEM MUNDIAL, IDEM, TODOS OS PANSEXUALISTAS!
    Todo membro do PT, além de ser materialista e ateu é geneticamente mentiroso, insere-se no proprio DNA, pois como são marxistas, entre eles não existe o conceito de “verdade”; admitem apenas o que atende os interesses do partido e da revolução; “mentir” é virtude e “todos os meios justificam os fins” e para conseguirem alcançar seus objetivos de dominação total valem-se de todos os recursos, primeiro deles é sutilmente destroçar a Igreja católica e a família.
    O pai de suas ideias é o satanista Marx: “nada há de absoluto, definitivo e sagrado”.
    Conclusão: um petista discursou, afirmou, garantiu? Medirei agora qual o tamanho da mentira, o objetivo perverso direcionado e as nefastas consequencias que advirão!
    No próprio decálogo de Lênin – veja na net – onde se pautam ao agirem, inclui que todas as ações para atenderem a revolução passará por subversão da população, desfamiliarizá-la em evidencia, aliená-la, impingindo-lhe o aborto, pedofilia, gayzismo sob todas as formas possíveis, ideologia do gênero e outras modalidades de vida infernais para deteriorá-la e posteriormente, quando fragmentada e batendo- mutuamente, à “oportunidade” apresá-la sob regime opressor. Os exemplos de consecução dessas metas são os dos "países-prisão" com seus “gados confinados” em Cuba e na Coreia do Norte, mantidos encarcerados por Fidel Castro e Kim Jong Um.
    No mais, internamente os petistas agem como cães ferozes que se abocanham entre si, prevalecendo a lei dos mais fortes e têem na corrupção a fonte de lucros; a prova disso: além dos "cachoeiras da vida", associam-se a qualquer um tipo de pessoas de seus níveis, como os diversos Maluf e Edir Macedo da vida e quando não mais deles necessitarem, descartam-nos e jogam-nos no lixo sem cerimonial algum.
    Afinal, que esperar de materialistas e ateus, inimigos de Deus e da Igreja, amigos de Fidel Castro, Chávez e similares que se pautam sob o decálogo acima?
    Ou então, se os aceita, confia e vota é por que v. optou pelo diabo como seu anjo da guarda e que um dia pagará caro por ter acreditado nas suas mentiras, ao elegê-los, dando-lhes o chicote para depois apanhar com ele; o exemplo de seriedade e compromisso com a verdade é do chefão Lula e seus asseclas.

    ResponderExcluir
  3. olá
    passei para uma rápida visita
    quando puder, apareça.ficarei muito feliz
    crisma2012matao.blogspot.com.br
    que Deus te proteja sempre

    ResponderExcluir
  4. O EPISCOPADO, SACERDOTES E POVO FRANCESES DÃO DEMONSTRAÇÕES PÚBLICAS DE CATOLICISMO ASSUMIDO!
    Somos nós os neo Judas versão século XXI? As recentes gigantes manifestações de católicos antihomossexualistas na França - não é a 1ª que criticam o esforço comunista de tentarem implodir a civilização cristã Ocidental - sendo essa uma das práticas do MARXISMO CULTURAL, agora contra o homossexualismo/ideologia gayzista com apoio do episcopado, participação de clérigos jovens e centenas de milhares de pessoas foi também uma chamada de atenção à Igreja/católicos do Brasil pela apatia e passividade gerais, anestesiamento, irreações nas homilias dos sacerdotes contra isso de forma explícita e constante - excetuam-se como sempre os muito poucos - não só em seguidas eleições do satano-marxista, material-ateísta e arquiinimigo da Igreja PT que, além das imposições do acima mais o aborto, pedofilia, paradas gays vilipendio a ícones católicos, favorável à liberação de drogas para alienar o povo, é mantido há tempos no poder por meio de dezenas de milhões de católicos alienados à fé.
    Dizia o velho comunista italiano Beria: "Sem drogas não há comunismo", o dopping é compulsorio para os aceitarem, pois sabem que pessoas "INSTRUÍDAS, LÚCIDAS E INTELIGENTES" não os aceitam, e nós assistindo a tudo em cima do muro - do lado do mal - e os prestigiando em eleições seguidas sem reação mais contundente da Igreja a mudarmos de direção partidaria a criterio da consciencia cristã de cada um, e tais atitudes de inercia sugeriria até conivencia de alguns da cúpula hierárquica aos marxistas...

    No Juízo Final seremos réus de nós mesmos ao contraste de dizermos que pertencíamos a Cristo; Ele no provará que escolhíamos sempres seus inimigos com suas leis para nos governarem...
    Assi sendo, somos apenas cristãos de tradição, estatística e fachada do estilo "batizado, casamento e missa de 7º dia".
    Para piorar, existe a esquerdo-comunista Teologia da Libertação, associada ao PT, seita do L Boff/Gutiérrez etc., para defendê-lo e ainda a subverter muitos incautos ao comunismo, acreditando eu que o crescimento do mal provém da falta de ações missionarias mais assumidas de cada um de nós.

    ResponderExcluir